quarta-feira, 31 de março de 2010

2ª Edição "Trilhos do Pastor"

No passado Domingo, 28 de Março, eu e a Otília regressámos a S. Mamede para participar na 2ª Edição dos "Trilhos do Pastor".

Foi um regresso às origens, ao local onde realizámos o nosso primeiro TRAIL, exactamente à um ano, este ano o percurso com algumas alterações a meu ver com um melhor traçado.

Desta vez tivemos a companhia de mais uns companheiros para participar nesta aventura, o CLAC é cada vez mais um clube de "Trailers", no Pastor fomos 8 atletas.

Quando chegámos ao local de partida e secretariado, começámos logo a ver os atletas habituais, alguns comentários ainda sobre a dureza da prova nos Trilhos do Almourol" e a esperança que os 28kms do Pastor fossem um pouco mais fáceis.

Pouco passava das 9h00 quando foi dada a partida, ao som do chocalho, este ano tinha como objectivo fazer uma prova mais rápida que na edição passada, para que tal acontecesse havia que passar as grutas da moeda o mais à frente possível.


Saí rápido, talvez demasiado rápido, a um ritmo de 4'30/km, mas sentia-me bem e assim fui pelos estradões e trilhos, passando por moinhos, aldeia Pia do Urso, trilhos com muita pedra calcária, torres eólicas, e mais trilhos, até ao abastecimento sólido no Reguengo do Fetal aos 20km.

Depois de um abastecimento rápido iniciei subida que nos faz passar pelo buraco roto, a meio da subida as pernas já pesavam, mas foi na descida que comecei com princípio de cãibras, que consegui controlar até ao abastecimento seguinte (22,5 km), aí fiz uma pequena paragem e ao tentar recomeçar as cãibras voltaram, quando corria começavam nos posteriores das coxas, quando andava nos quadriceps.

Faltavam 5,5 km e mesmo com problemas musculares havia que continuar, devagar e devagarinho lá fui e mesmo assim ainda consegui enganar-me, foi coisa pouca 200 metros mas para quem já estava em dificuldades pareceu bem mais...

Por fim lá cheguei, no cronómetro 2h55:13 em 63º lugar em 179 chegados, tinha conseguido terminar com menos 47 minutos que no ano passado, feliz por ter corrido mais um Trail, mas um pouco triste por ter terminado com estas dificuldades.

A Otília consegui terminar a prova, este ano sem a minha companhia, com um tempo similar ao do ano passado 3h46:10 e no 141º lugar, no final o mesmo sorriso de sempre.

Resultados completos http://www.adal.pt/2010/resultados/Trilhos_Pastor.pdf

6 comentários:

V. Ferreira disse...

Parabéns ao José e à Otilia.
Grande prova, e parece que tivemos a mesma sorte após os 20 kms.
Missão cumprida.
Venha agora o free running da Freita.
Um abraço

Joaquim Adelino disse...

Pois é, faltou aí Almourol, a mim fez-me bem, mas parece-me que no teu caso já deve ser algum excesso, tenta repousar mais durante a Semana com treinos mais leves.
Parabéns pelo boa prova ainda que com as dificuldades descritas.
Também para a Otília vai um beijinho e uma palavra de apreço pela sua simpatia de sempre e também pela forma corajosa como enfrentou aquelas dificuldades críticas junto ao Reguengo do fetal.
Um abraço.

Ricardo Baptista disse...

Olá Britos,
Apesar de tudo foi uma boa prova. Eu avento que as caibras foram falta de combustível... isotónicos e gel, uma banana talvez... mas eu não percebo nada disto... só opino por causa do "abastecimento rápido"...
Grande abraço.

luis mota disse...

Parabéns a todos pela participação.
A comitiva está a ficar composta. Parabéns ao CLAC por entrarem em mais uma grande aventura.
Luís Mota

António Almeida disse...

Olá Brito
parabéns pela tua prova e pela grande melhoria em relação ao passado ano, parabéns extensivos à Otília, que pelo que vou vendo vai ultrapassando estes desafios com um sorrisso.
Claro parabéns atmbém para o Tomás e Vasco que a "caminhada" também não era pêra doce.
Por fim mas mais não menos importante dizer que foi um prazer enorme reencontrar a famíla Brito.
Uma doce Páscoa para os 4 e boas corridas, já sei que vai ser dose dupla.
Grande abraço.

Carlos disse...

Olá Brito e Otília,

É sempre um prazer encontrar-vos nestes trilhos partilhando da vossa simpatia e alegria. Faz-nos esquecer que nos cansamos na prova, tal é a boa disposição que vamos tendo durante a mesma. E não queria a Otília posar para o boneco...Ficou 5 Estrelas.
Um abraço e boa Páscoa para os Britos (4)
Carlos Coelho