quinta-feira, 18 de agosto de 2011

3º Trail Nocturno Lagoa de Óbidos

No passado dia 13 de Agosto, foi dia de voltar ao mundo do Trail.


Eu e a Otília participámos na 3ª edição do Trail Nocturno da Lagoa de Óbidos, só que este ano eu participei na versão ultra (47 km) e ela na corrrida (25 km).

A viagem foi calma na companhia do amigo Henrique Narciso, já em Óbidos juntámo-nos aos restantes atletas do CLAC (Marçal, Oliveira e Batista), o clube estaria assim representado por 3 atletas na prova maior com 47 km (Brito, Marçal e Oliveira) e 3 atletas na versão de 25 km (Otília, Henrique e Batista).

Depois do levantamento de dorsais, houve ainda tempo para trocar algumas palavras com vários atletas, nomeadamente o grande Carlos Sá. A hora da partida estava cada vez mais próxima, o céu estava nublado e a lua escondida. Após uma partida simbólica, lá atravessamos toda a vila sobe o olhar de espanto dos muitos turistas presentes, já à saída da muralha uma ligeira paragem, para agrupar todos aos atletas e em seguida o sinal de partida.

Sem qualquer combinação prévia faço os primeiros metros de corrida na companhia do amigo Vítor Veloso e sem qualquer troca de palavras percebo irá ser o meu companheiro de aventura.

A partida foi realizada a um ritmo calmo debaixo de uma chuva “molha tolos”, a estratégia que tinha delineado era partir com calma para depois nos kms finais poder correr (coisa que na 1º edição foi difícil). A prova tem um percurso fácil no início, mas mesmo assim a ideia era correr lento, a passagem aos 10km foi feita em 58’, depois vem a parte de estradões junto à lagoa de Óbidos e sem querer ritmo acelerou, alcanço o Herculano Araújo e a Cristina Guerreiro, passagem aos 20km em 1h52’. O ritmo manteve-se até ao abastecimento dos 22 km, depois a entrada na areia da praia que antecedia a “famosa”duna. Ao entrar na zona da areiai opto por iniciar a marcha em vez da corrida, o grupo onde eu seguia desfez-se e fiquei apenas na companhia do Vítor Veloso. Sabíamos que iríamos ter muita areia até ao 3º Abastecimento (29 km) e para que as forças não faltassem nos kms finais teríamos de saber gerir muito bem. Passagem aos 30 km em 3h25’ (aquela areia tinha feito mossa), nesta altura seguimos próximo do grande Guru Vitorino Coragem, o percurso passa agora a ser feito num sobe e desce (mais sobe que desce) em grandes estradões, alguns deles ainda com areia o que dificulta a corrida, optámos por andar nas subidas e correr nas descidas.

Passagem aos 40 km em 4h 42’, já faltava pouco tínhamos agora que enfrentar a subida que nos iria levar ao ponto mais alto da prova, cerca de 2,5km de subida em estradão. Já cheirava a Óbidos, aumentámos o ritmo e embalámos com a descida. Agora estava confiante que iríamos conseguir um tempo abaixo das 5h30, mas neste tipo de prova só mesmo depois de cortar a meta é que se pode “baixar a guarda”, ultrapassamos ainda alguns atletas e realizamos a última subida que nos leva à meta instalada na porta ogival.

Terminei o Ultra Trail Lagoa de Óbidos (47 km) em 5h26’16'' em 59º lugar da geral. http://connect.garmin.com/activity/106523424

Quando cheguei ao castelo a Otília já tinha terminado a sua prova (25 km) à muito tempo, terminou em 142º lugar com 3h02’19''.

Classificação Ultra http://pt.scribd.com/doc/62317086/III-UTNLO-Cls-Provisoria
Classificação Corrida http://pt.scribd.com/doc/62317155/III-TNLO-Cls-provisorias

Saudações Trailianas

1 comentário:

Mário Lima disse...

Saudações ó Brito.

Depois de te ouvir contar a aventura ao vivo e a cores aquelas dunas são só para Campeões!

Vai lá vai!

:)

Parabéns!